terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Pudesse Eu

Foto By: R.G.
Pudesse eu não ter laços nem limites
Ó vida de mil faces transbordantes
Para poder responder aos teus convites
Suspensos na surpresa dos instantes!
Sophia de Mello Breyner Andreson

7 comentários:

feia disse...

Porque quer é poder....
Porque temos a capacidade de sonhar,
porque podemos voar....
"Na verdade, as pessoas crescidas, sem darem por isso, acreditam em fadas. E acham, como o Peter Pan, que, sempre que as põe em dúvida, elas esmorecem e morrem devagar.
Ora, crescer é deixar de esperar que uma fada traga, mais ou menos de surpresa, os nossos sonhos, antes deles nos terem descoberto. Crescer é olharmos por nós. E perceber (com espanto) que, sempre que descobrimos que alguém acompanha o nosso olhar, volta a existir um golpe de magia: somos crianças outra vez!..."



"aquilo que falta à esmagadora maioria das pessoas crescidas, para não desisitirem de crescer, será moverem-se através daquilo que sentem, umas para as outras!"

Eduardo Sá.

Margarida disse...

Acolhe as oportunidades da vida, sem te prenderes nas correntes do medo...
beijinho
margarida

O Profeta disse...

CONVITE

Porque as palavras são tantas, imensas, são ternura o afago, cruéis ou vil loucura. Quando ditas não voltam à boca.

Convido-te a partilhar “ALQUIMIA DAS PALAVRAS” no lançamento do livro com o mesmo nome da autoria de Armando Moreira, que terá lugar no dia 24 de Janeiro de 2009 pelas 21 horas e 30 minutos no Coliseu Micaelense.

O livro será aberto e do seu interior irão brotar canções, histórias e teatrices numa noite em que o feitiço estará presente e será servido por actores, cantores e poetas com a magia da Palavra…


Mágico beijo

poetaeusou . . . disse...

*
pudesse eu,
obrigar as criança,
a ler sophia
em todas as escolas,
que bom seria . . .
,
conchinhas
,
*

Tecas disse...

Se eu pudesse...

O Profeta disse...

A terra adormece no nevoeiro
Tenho a pressa do vento
Um coração errante procura
A doçura de terno momento

Frágil e palpitante luz
A beleza voa com a manhã
O mar solta na terra ternos murmúrios
Perde-se na espuma toda a palavra vã


Dança comigo ao som da Lira


Boa semana


Mágico beijo

Carla disse...

são esses os momentos que mais gosto...os que me surpreendem
beijos